Casal Gastronomico - Ponto Chic
Ponto Chic

72
Comida: Lanchonete
Data da Degustação: 22/03/2012
Vallet: Sim
Estacionamento: Não
Fotos: Foto 1

Endereço: Praça Oswaldo Cruz, 26, Paraíso
Cidade: São Paulo - SP
CEP: 04004-070
Telefone: (11) 3289-1480
Site: Clique aqui

Inaugurado em 24 de março de 1922 durante a Semana de Arte Moderna, o bar Ponto Chic recebeu a visita de um bauruense anos depois. Casimiro Pinto Neto foi um radialista que, em 1931, ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, no Largo de São Francisco, onde era conhecido pelo apelido de Bauru. Ele era frequentador do Ponto Chic e, em uma noite de 1936, atrasado para uma partida de sinuca, pediu a um funcionário do local para montar o famoso lanche pela primeira vez. Pão francês, queijo derretido, rosbife e tomate. Pouco depois incluíram o picles. O Vallet funciona após as 19h e custa R$ 15,00


Cristiane Yoshimine Ino Suaide
Entrada: Batata Frita (R$ 12,00)
Prato: Bauru ao Ponto Chic (R$ 17,90)
Sobremesa: Não degustado (R$ 0,00)
Total: R$ 29,90
Voltaria? Não! :(

 Total  70
Sabor  65
Higiene  80
Apresentação  60
Cordialidade  75
Qualidade  70
Ambiente  60
Localização  80
Rapidez  80
Preço  65


Comentário: A ambiente é bom, porém no que se refere a decoração creio que a lanchonete parou no tempo. Pois parece que as mesas, cadeiras e toda a estrutura são as mesmas da época de inauguração. Não é muito o meu estilo e portanto eu preferiria que fosse uma decoração com móveis mais atuais, mas que fossem mais retrôs.

A batata frita é feita com batata natural mesmo e não as congeladas prontas, o que poucos lugares ainda utilizam e acho ótimo! Estava crocante por fora e macia por dentro, muito boa! Um ponto fraco foi a maionese que não é a da casa e sim maionese pronta (industrializada) não existindo um destaque e personalização do estabelecimento.

O Bauru estava simples e gostoso, porém nada de especial ou que se destacasse. Acho que um dos pontos ruins de ser conhecido por uma determinada preparação, como no caso desta lanchonete é que talvez nos faça ir com muita expectativa, tanto que acabamos não nos surpreendendo. Não sei se já ocorreu com alguns de vocês, mas às vezes quando se faz muita propaganda de um lugar você vai com tanta expectativa que acaba se decepcionando e, se tivesse ido sem nenhuma idéia do lugar a surpresa teria sido maior.

A higiene e qualidade são boas. Não observamos nada que nos chamasse atenção. A apresentação é super simples e direta como a maioria das lanchonetes.

Os graçons foram educados e solícitos. A localização é boa para os que querem ir a pé para uma caminhada (próximo ao metro Paraíso e ao lado do Shopping Pátio Paulista). Para os que forem de carro o local conta com sistema de vallet a noite.

Creio que o preço seja equivalente as suas concorrentes. Talvez pela simplicidade pudesse ser um pouco abaixo. Como utilizamos um cupom para um dos sanduiches acho que o preço que pagamos foi justo.

A batata e o lanche ficaram prontos relativamente rápidos.
Não voltaria, apesar de ter gostado da batata frita, pois apesar deste atrativo consigo ir a outras opções com batatas fritas boas e algum sanduiche que possui algum ingrediente surpresa e só ache naquele lugar.

André Luis Suaide
Entrada: Não degustado (R$ 0,00)
Prato: Bauru ao Ponto Chic (R$ 17,90)
Sobremesa: Não degustado (R$ 0,00)
Total: R$ 17,90
Voltaria? Sim! :)

 Total  75
Sabor  76
Higiene  78
Apresentação  67
Cordialidade  71
Qualidade  83
Ambiente  75
Localização  73
Rapidez  80
Preço  71


Comentário: Fomos enfim experimentar o famoso sanduíche do Bar Ponto Chic. Berço do Bauru, não podíamos pedir outro lanche sem sê-lo!

Chegamos cedo no Bar, antes das 19h, e não havia valet ainda, só depois das 19h.

Como entrada pedimos a batata-frita e uma maionese a parte, como de costume. Infelizmente a maionese não é caseira, possivelmente Hellmans. A batata é batata mesmo, não parecia congelada! Sequinha por fora e cremosa por dentro! Muito boa! Só faltou uma maionese ou um molhinho melhor para acompanhar!

Depois de pouco tempo chegou o Bauru. Sanduíche com um tamanho bom e que parece bem caseiro mesmo. O sanduíche em si não possui muito segredo, mas ponto positivo para os ingredientes de qualidade que usam lá no bar. O rosbife é muito bom. A mistura de queijo muito gostosa! Os picles contrastavam com o sanduíche criando uma saborosa combinação.

Apesar de ser um “bar”, acredito que a melhor denominação seria uma lanchonete mesmo. O lugar é bem limpo e possui uma decoração que não chega a ser retro, mas que remete ao passado pelas cores pastéis e detalhes em madeira.

A apresentação fica um pouco a desejar, mas cabe perfeitamente ao conceito que o bar quer passar.

Talvez um ponto que devesse melhorar, não por ser ruim, mas sim por não ser um diferencial, é o atendimento. Garçons um pouco apáticos e trabalhando no padrão apenas. Talvez se focassem mais no atendimento um clima mais aconchegante seria criado, visto que o lugar não é muito grande.

A localização também não ajuda muito para quem vai de carro. Uma rua movimentada que sem um vallet deixa como única opção confortável para no Shopping Paulista ao lado. Para quem vai de metro, é perto da estação.

O preço poderia ser um pouco mais barato pela simplicidade do sanduíche, mas você sai satisfeito em ter comido esse lanche bem saboroso.

Ponto Positivo: A qualidade da comida. Lanche muito saboroso.

Ponto Negativo: Nada que pudesse se destacar negativamente.




Degustado às 11:53:13 de 30/07/2012 por André Luis Suaide - views: 20.798 | clicks: 1.741 Compartilhe no Twitter  Compartilhe no Facebook  Compartilhe no Orkut  Compartilhe no Google  Compartilhe no Google Buzz  Compartilhe no Delicious  Compartilhe no Windows Live  Compartilhe no MySpace  Compartilhe no Digg


© Copyright 2011 Casal Gastronômico. Todos os Direitos Reservados.